Entre em contato: (11) 3676-0635 e (11) 9 9611-4805

A facticidade da razão

A facticidade da razão

Na interpretação que proponho nos textos desse subtema, o fato da razão de Kant é um efeito sensível produzido na mente humana, mais precisamente, na nossa sensibilidade moral, pela própria razão prática. No essencial, o fato da razão é o sentimento de respeito pela lei moral, que funciona como mola motivadora da vontade, transmitindo para esta o mandamento contido na formulação da lei. Usei essa ideia para compreender a solução kantiana do problema da possibilidade de uma série de juízos sintéticos a priori não teóricos, entre eles os morais, os da doutrina do direito, da doutrina da virtude, da estética e da história, em suma, de juízos sintéticos a priori que tenham sido identificados por Kant ao longo das pesquisas conduzidas no quadro do seu projeto crítico. Em cada caso, o verbo faz-se carne.

• 1994

( 1 ) 67. Loparic, Z. (1994). Ética e finitude. In B. Nunes (org.), A crise do pensamento (pp. 37-122). Belém do Pará: Editora da UFPA. Edição na forma de livro em (75), Segunda edição do livro em (154).
( 2 ) 69. Loparic, Z. (1994). Iluminismo, um projeto vencido. Boletim de novidades, ano 7, (58), 68-79. São Paulo: Pulsional.

• 1995

( 3 ) 75. Loparic, Z. (1995). Ética e Finitude. São Paulo: Educ. Edição na forma de livro de (67). Segunda edição em (154).

• 1998

( 4 ) 105. Loparic, Z. (1998). O fato da razão. Livro de Resumos do VIII Encontro Nacional de Filosofia, (p. 293). Curitiba: ANPOF. (Resumo).
( 5 ) 106. Loparic, Z. (1998). Sobre a interpretação de Rawls do fato da razão. In S. T. Felipe (org.), Justiça como equidade. Fundamentação e interlocuções polêmicas (Kant, Rawls, Habermas) (pp. 73-85). Florianópolis: Insular.

• 1999

( 6 ) 110. Loparic, Z. (1999). Das Faktum der Vernunft: eine semantische Auslegung. Homepage of the IX Internacional Kant Congress. Versão brasileira substancialmente ampliada em (117). (Resumo). 
( 7 ) 117. Loparic, Z. (1999). O fato da razão uma interpretação semântica. Analytica, 4(1), 13-55. Versão alemã substancialmente ampliada de (110).

• 2000

( 8 ) 122. Loparic, Z. (2000). Ética da finitude. In M. A. Oliveira (org.), Correntes fundamentais da ética contemporânea (pp. 65-77). Petrópolis: Vozes.
( 9 ) 124. Loparic, Z. (2000). Is the Enlightenment an Outdated Program. Proceedings of the Twentieth World Congress of Philosophy, 7, 211-220. Philosophy Documentation Center, Bowling Green State University.

• 2001

( 10 ) 127. Loparic, Z. (2001). Das Faktum der Vernunft: eine semantische Auslegung. Akten des IX Internationalen Kant-Kongresses, 3 (pp 63-71).
( 11 ) 128. Loparic, Z. (2001). Acerca da sintaxe e da semântica dos juízos estéticos. Studia kantiana, 3(1), 49-90. Edição revisada em (165).
( 12 ) 129. Loparic, Z. (2001). Ética originária e práxis racionalizada. Manuscrito, 24(1), 141-228. Reeditado em (182) e (191).

• 2002

( 13 ) 139. Loparic, Z. (2002). Semântica kantiana das ideias práticas. Actas del X Congresso Nacional de Filosofia (Huerta Grande, 1999) (pp. 56-59). Córdoba: Associación Filosófica Argentina (AFRA). (CD-Rom).

• 2003

( 14 ) 144. Loparic, Z. (2003). As duas metafísicas de Kant. Kant e-Prints, 2(5), 1-10. Reeditado em (145).
( 15 ) 145. Loparic, Z. (2003). As duas metafísicas de Kant. In N. F. Oliveira & D. G. Souza (orgs.). Justiça e política homenagem a Otfried Höffe (pp. 305-318). Porto Alegre: EDIPUCRS. Reedição de (144).
( 16 ) 147. Loparic, Z. (2003). O problema fundamental da semântica jurídica de Kant. In P. J. Smith & M. B. Wrigley (orgs.). O filósofo e a sua história: uma homenagem a Oswaldo Porchat (pp. 477-520). Campinas: Coleção CLE, Unicamp. Edição revisada em (166) e (177), e tradução inglesa em (233).
( 17 ) 150. Kant, I. (2003). Observações referentes a Sobre o órgão da alma. Tradução e Notas por Z. Loparic. Natureza Humana, 5(1), 223-229.

• 2004

( 18 ) 152. Loparic, Z. (2004). Dizendo a verdade podemos ser intolerantes? XV Congresso Interamericano de Filosofia 12-16/01/2004. Lima (Peru). (CD-Rom).
( 19 ) 154. Loparic, Z. (2004). Ética e finitude. 2.ed. São Paulo: Escuta. Edição na forma de livro de (67), Primeira edição em (75).

• 2005

( 20 ) 160. Loparic, Z. (2005). Kant e o pretenso direito de mentir. In J. O. Marques (org.), Verdades e mentiras: 30 ensaios em torno de Jean-Jacques Rousseau (pp. 73-97). Juí: Editora UNIJUÍ. Edição revisada em (176).
( 21 ) 165. Loparic, Z. (2005). Acerca da sintaxe e da semântica dos juízos estéticos. In D. O. Perez (org.), Kant no Brasil (pp. 231-271). São Paulo Escuta. Edição revisada de (128).
( 22 ) 166. Loparic, Z. (2005). O problema fundamental da semântica jurídica de Kant. In D. O. Perez (org.), Kant no Brasil (pp. 273-313). São Paulo: Escuta. Edição revisada de (147), reeditada em (177) e tradução inglesa em (233).

• 2006

( 23 ) 176. Loparic, Z. (2006). Kant e o pretenso direito de mentir. Kant e-Prints, série 2, 1(2), 57-72. Edição revisada de (160).
( 24 ) 177. Loparic, Z. (2006). O problema fundamental da semântica jurídica de Kant. Themis, ano 7, (12), 15-46. Revisão de (147), Reedição de (166) e Versão inglesa em (233).

• 2007

( 25 ) 181. Loparic, Z. (2007). Prefácio. In J. N. Heck (org.), Da razão prática ao Kant tardio (pp. 15-18). Porto Alegre: EDIPUCRS.
( 26 ) 182. Loparic, Z. (2007). A ética originária e a práxis racionalizada. In A. N. Brito (org.), Ética questões de fundamentação, (pp. 167-237). Brasília: UnB. Reedição de (129) e Reeditado em (191).
( 27 ) 184. Loparic, Z. (2007). Objetificação e intolerância. Natureza Humana, 9(1), 51-95.
( 28 ) 185. Loparic, Z. (2007). Natureza humana como domínio de aplicação dos conceitos da religião da razão. Kant e-Prints, série 2, 2(1), 73-91. Reeditado em (214).
( 29 ) 191. Loparic, Z. (2007). Ética originária e práxis racionalizada. In Dall´Agnol, D. (org.), Verdade e respeito - A filosofia de Ernst Tugendhat (pp. 263-344). Florianópolis: UFSC. Reedição de (129)(182).  

• 2008

( 30 ) 195. Loparic, Z. (2008). Solução kantiana do problema fundamental da religião. In D. T. Peres, F. C. Mattos, L. Repa, M. Nobre, M. Lopes, M. C. Keinert & R. S. Melo (0rgs.), Tensões e passagens: Filosofia crítica e modernidade, (pp. 87-120). São Paulo: Singular/Esfera Pública.

• 2009

( 31 ) 214. Loparic, Z. (2009). Natureza humana como domínio de aplicação dos conceitos da religião da razão. In U. R. A. Marques & C. A. Martins (orgs.), Kant e o kantismo: heranças interpretativas (pp. 249-274). São Paulo: Brasiliense. Reedição de (185).

• 2011

( 32 ) 224. Loparic, Z. (2011). A ética da lei e a ética do cuidado. Caderno de Resumos do XVI Colóquio Winnicott Internacional (pp. 29-30). São Paulo: DWW Editorial.

• 2012

( 33 ) 233. Loparic, Z. (2012). The Fundamental Problem of Kant’s Juridical Semantics. In F. Rauscher & D. O. Perez (orgs.), Kant in Brazil (pp. 206-235). Rochester: University of Rochester Press. Tradução inglesa de (147), (166) e (177).

• 2013

( 34 ) 239. Loparic, Z. (2013). A ética da lei e a ética do cuidado. In Z. Loparic (org.), Winnicott e a ética do cuidado (pp. 19-53). São Paulo: DWW Editorial.