Entre em contato: (11) 3676-0635 e (11) 9 9611-4805

O existir humano como responsabilidade

O existir humano como responsabilidade

Neste subtema, são reunidos os trabalhos que surgiram junto com a preparação da segunda edição de Ética e finitude. Inicialmente, destinavam-se a apresentar considerações adicionais para ajudar a compreensão do mencionado livro. Aos poucos, o volume de textos cresceu ao ponto de tornar-se maior e mais abrangente do que a obra comentada, o que me fez agrupá-los numa seção a parte. O artigo “Ética da finitude”, que compõe uma coletânea de textos sobre a ética reunidos por Manfredo A. de Oliveira, contém uma apresentação sobre o surgimento e uma avaliação da recepção de Ética e finitude. Em “Alguns escritos recentes sobre a ética em Heidegger”, ofereço uma resenha do debate sobre o tema Heidegger e a ética, distinguindo vários grupos de trabalhos: 1) aqueles que visam a desqualificar a filosofia de Heidegger, atacando a sua pessoa ou movendo contra ele processos de caráter político ou ideológico, 2) os que negam pura e simplesmente a existência, ou mesmo a possibilidade, de uma dimensão ética do pensamento heideggeriano, 3) os que admitem essa possibilidade, mas afirmam que ela não foi explorada e denunciam um sério déficit do pensamento de Heidegger no que diz respeito à ética e 4) os trabalhos que admitem uma dimensão ética de seu pensamento, alguns deles chegando a falar de uma ética heideggeriana.  O artigo “Sobre a ética em Heidegger e Wittgenstein” entra no debate sobre o tema da ética em Heidegger mediante um estudo comparativo com o filósofo austríaco. Outros artigos entre os meus inéditos, que serão publicados em Loparic e-Prints, completarão esse quadro de ideias.

• 1982

( 1 ) 9. Loparic, Z. (1982). A fenomenologia do agir em Sein und Zeit. Manuscrito, 6(2), 149-180. Reeditado em (10).
( 2 ) 10. Loparic, Z. (1982). A fenomenologia do agir em Sein und Zeit. Daseinsanalyse, (5), 1-41. São Paulo: Associação Brasileira de Análise e Terapia Existencial. Reedição de (9).

• 1989

( 3 ) 31. Loparic, Z. (1989). Heidegger e a questão da culpa moral. Folha de São Paulo, Folhetim pp. 2-7, 25/03/1989.

• 1991

( 4 ) 51. Loparic, Z. (1991). Heidegger e a filosofia da finitude. Revista Latinoamericana de Filosofia, 17(1), 21-41.

• 1994

( 5 ) 67. Loparic, Z. (1994). Ética e finitude. In B. Nunes (org.), A crise do pensamento (pp. 37-122). Belém do Pará: Editora da UFPA. Edição na forma de livro em (75), Segunda edição do livro em (154).

• 1995

( 6 ) 71. Loparic, Z. (1994). Heidegger, um pensador ético? In C. B. Gutiérrez (org.), El trabajo filosófico de hoy en el continente. Memórias Del XIII Congresso Interamericano de Filosofia. Bogotá: Sociedade Interamericana de Filosofia.
( 7 ) 75. Loparic, Z. (1995). Ética e Finitude. São Paulo: Educ. Edição na forma de livro de (67). Segunda edição em (154).

• 1996

( 8 ) 90. Loparic, Z. (1996). Heidegger e Kant: desconstrução do pensamento transcendental. Livro de Resumos do VII Encontro Nacional de Filosofia, (pp. 161-162). Curitiba: ANPOF. (Resumo).

• 1997

( 9 ) 101. Loparic, Z. (1997). Hans Sluga: Heidegger’s Crisis, Philosophy and Politics in Nazi Germany. Manuscrito, 20(1), 121-134.

• 1999

( 10 ) 108. Loparic, Z. (1999). Origem e sentido da responsabilidade em Heidegger. Veritas, 40(1), 201-220.
( 11 ) 109. Loparic, Z. (1999). Heidegger’s Project of a Hermeneutic Anthropology. Memórias del XIV Congreso Intermericano de Filosofia, Puebla ‘99. Cidade de México: Associación Filosófica Mexicana. (CD-Rom).  Tradução croata em (125).
( 12 ) 116. Loparic, Z. (1999). Alguns escritos recentes sobre a ética em Heidegger. Natureza  Humana, 1(2), 447-455.  (Nota bibliográfica).

• 2000

( 13 ) 122. Loparic, Z. (2000). Ética da finitude. In M. A. Oliveira (org.), Correntes fundamentais da ética contemporânea (pp. 65-77). Petrópolis: Vozes.
( 14 ) 123. Loparic, Z. (2000). Sobre a ética em Heidegger e Wittgenstein. Natureza Humana, 2(1), 129-144.

• 2001

( 15 ) 129. Loparic, Z. (2001). Ética originária e práxis racionalizada. Manuscrito, 24(1), 141-228. Reeditado em (182) e (191).
( 16 ) 134. Loparic, Z. (2001). Sobre a aniquilação da coisa. Revista Cult, março, pp. 50-54.

• 2003

( 17 ) 146. Loparic, Z. (2003). Sobre a responsabilidade. Porto Alegre: EDIPUCRS.

• 2004

( 18 ) 154. Loparic, Z. (2004). Ética e finitude. 2.ed. São Paulo: Escuta. Edição na forma de livro de (67), Primeira edição em (75).

• 2007

( 19 ) 182. Loparic, Z. (2007). A ética originária e a práxis racionalizada. In A. N. Brito (org.), Ética questões de fundamentação, (pp. 167-237). Brasília: UnB. Reedição de (129) e Reeditado em (191).
( 20 ) 191. Loparic, Z. (2007). Ética originária e práxis racionalizada. In Dall´Agnol, D. (org.), Verdade e respeito - A filosofia de Ernst Tugendhat (pp. 263-344). Florianópolis: UFSC. Reedição de (129)(182).  

• 2009

( 21 ) 212. Loparic, Z. (2009). Martin Heidegger e os fundamentos da existência. In J. Almeida & W. Bader (orgs.), Pensamento alemão no século XX: grandes protagonistas e recepção das obras no Brasil, vol. 1 (pp. 97-119). São Paulo: Cosac Naify.