Entre em contato: (11) 3676-0635 e (11) 9 9611-4805

Dissertações e Teses

Dissertações de mestrado defendidas

  • 1. Plastino, C. E. (1984). Indução e credibilidade: um estudo probabilístico personalista sobre o aprendizado a partir da experiência. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: professor no DF da USP. 
  • 2. Gonzales, M. E. Q. (1984). Metodologia da descoberta científica e inteligência artificial. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professora no DF, Campus de Marília da UNESP. 
  • 3. Souza, R. L. (1985). Sobre o problema de interpretação do método de análise – da concepção tradicional à visão de Hintikka e Remes. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor no DF da UFRGN.
  • 4. Correia, G. C. L. (1987). A racionalidade da pesquisa científica. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor no DF da UFMa.
  • 5. Frangiotti, M. A. (1989). Kant e a análise geométrica grega. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor no DF da URSC.
  • 6. Ruffino, A. C. (1990). O princípio de contexto em Frege e Wittgenstein. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor no DF da UFRJ.
  • 7. Pinto, S. (1991). Uma reconstrução lógica da segunda antinomia da razão pura. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor no DF da UAM.
  • 8. Augusto, S. M. (1992). Interesse e razão: de Kant a Habermas. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq.
  • 9. Abramo, C. W. (1993). Crítica a pressupostos de duas teorias de probabilidade. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: jornalista.
  • 10. Tomaz, V. L. B. (1994). O estatuto das entidades metapsicológicas à luz da teoria kantiana das idéias. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professora na USP de Ribeirão Preto.
  • 11. Perez, D. O. (1996). Significação dos conceitos e solubilidade dos problemas. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professor na PUCPR.
  • 12. Faria, F. D. M. (1997). A questão do suicídio na clínica. Uma leitura winnicottiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: professor na USJT e no Instituto Sedes Sapientiae. 
  • 13. Santos, M. M. S. (1998). Repensando sobre a função de pais de adolescentes: uma visão winnicottiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CAPES/CNPq. 
  • 14. Dias, M. F. (1998). Homossexualidade em Winnicott: uma visão de homossexualidade à luz da teoria do amadurecimento humano. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professora na UNIP. 
  • 15. Leal, M. L. S. (1999). A clínica do vazio: uma interpretação winnicottiana do fenômeno do “desligamento”. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CAPES/CNPq. Atividade profissional: professora na UNIP. 
  • 16. Mendonça, M. E. (1999). Modos de trabalho e problemas atuais da ginástica holística. Dissertação de Mestrado, Pós-Graduação em Educação, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: profissional liberal. 
  • 17. Santos, D. B. (1999). Metapsicologia: uma abordagem heurística. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 18. Oliveira, M. A. (2000). Razão problematizante e investigação científica na filosofia kantiana da natureza. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: professor na UEB. 
  • 19. Santos, Í. P. A. (2000). Teoria dos sonhos em Medard Boss. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: doutora pela UnB. 
  • 20. Ferreira Jr., W. J. (2001). Heidegger: a questão da técnica e a superação da metafísica. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: professor na UCGo. 
  • 21. Santos, E. S. (2001). As angústias impensáveis em relação à angústia de castração. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: doutorando da Unicamp. 
  • 22. Cardinalli, I. (2001). A compreensão da esquizofrenia na obra de Medard Boss. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: professora na PUC-SP. 
  • 23. Lescovar, G. Z. (2001). Um estudo das consultas terapêuticas de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 24. Piccino, D. J. (2002). Críticas de Martin Heidegger à daseinsanálise psiquiátrica de Ludwig Binswanger. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 25. Meirelles, F. A. (2002). História e objetividade em Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: professor na UFPA e doutorando da Unicamp.  
  • 26. Bolliger, P. S. (2002). O mundo do ser-no-mundo. Dissertação de Mestrado,  Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 27. Araujo, C. A. S. (2002). Contribuições de D. W. Winnicott para a etiologia e a clínica do autismo. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: psicanalista. 
  • 28. Faggion, A. L. B. (2003). O papel do facto da razão na fundamentação da moralidade em Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: professora na UF de Londrina.
  • 29. Cotta, J. A. M. (2003). Lutando por alojar-se no corpo. Análise de um caso clínico de desalojamento da psique no soma, segundo a teoria de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 30. Piza, S. O. (2003). As imagens de Kant: sensificação de conceitos e idéias. Acerca do esquematismo, simbolização e metáfora na filosofia kantiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 31. Pimenta, O. C. (2003). Elementos fundamentais da analítica transcendental de Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: doutorando na UFMG.
  • 32. Fontoura, C. T. (2004). Aspectos semânticos da exposição transcendental do juízo de gosto. Estudo sobre a estética kantiana na Crítica da faculdade do juízo. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, PUCRS, Porto Alegre. Atividade profissional: professor na UFPel, doutorando na PUCRS.
  • 33. Garcia, R. M. (2004). Tendência antissocial em Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Atividade profissional: doutoranda na PUC-SP.
  • 34. Martins, A. (2003). Transferência em Freud e Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 35. Scherer, F. C. (2005). Intuição e dedução nas Regras para a direção do espírito. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: doutoranda na Unicamp.
  • 36. Hahn, A. (2005). Problemas semânticos na doutrina da virtude de Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Atividade profissional: doutoranda na Unicamp.
  • 37. Gomes, K. P. S. (2005). A adoção a partir da teoria de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 38. Quintino, R. M. (2005). Contribuições da psicanálise winnicottiana às rotinas neonatais. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 39. Cardoso. C. C. (2005). A teoria das neuroses no pensamento de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 40. Brasil, L. F. (2005). Espacialidade do Dasein: estudo sobre o § 24 de Ser e tempo. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 41. Noronha. D. D. (2005). A teoria winnicottiana da função mental. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 42. Cano, T. (2005). A ética da responsabilidade e a ontologia fundamental. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 43. Silva. C. (2006). Faktum der Vernunft – considerações sobre suas interpretações. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 44. Pozuto, F. (2006). O lugar do corpo na psicanálise de Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 45. Silva, D. C. G. G. (2006). Winnicott e as raízes da moralidade. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 46. Sipahi, F. (2006). A interpretação na teoria de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 47. Rocha, M. P. (2006). Elementos da teoria winnicottiana na constituição da maternidade. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 48. Lazari. J. C. (2006). O método combinado de análise e síntese na filosofia do conhecimento kantiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 49. Fulgencio, C. R. R. (2007). A presença do pai no processo de amadurecimento pessoal segundo Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 50. Sipert, C. (2008). O problema da realidade objetiva da idéia do sumo bem em Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 51. Greco. C. (2008). Contribuições da psicanálise Winnicott à educação infantil. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 52. Laurentiis, V. R. F. (2008). Alguns aspectos somáticos da conquista do eu em Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 53. Cesarino, M. M. (2008). Contribuições da psicanálise winnicottiana ao campo da atenção pública em saúde mental: manejo e uso ampliado do setting na clínica das psicoses em instituições. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUCRS, Porto Alegre. Apoio: CNPq
  • 54. Salomone, V. P. D. (2009). Contribuições de D. W. Winnicott para o estudo do distúrbio borderline e suas implicações clínicas. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 55. Silva, F. Q. (2010). A liberdade prática  na Crítica da razão pura de Kant: o problema da compatibilidade entre a solução crítica da terceira antinomia e o Cânone. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAPESP.
  • 56. Rocco, C. (2010). Contribuições da teoria do amadurecimento de D. W. Winnicott para o atendimento socioeducativo ao adolescente privado de liberdade. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUCRS, Porto Alegre.
  • 57. Nogueira, G. G. (2010). Um estudo sobre a esclerose múltipla à luz da psicanálise winnicottiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUCRS, Porto Alegre.
  • 58. Marchesini, A. L. (2010). A constituição do si-mesmo: uma abordagem winnicottiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 59. Pollet, A. O. C. (2010). A regressão na clínica winnicottiana. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 60. Pires, F. A. R. (2010). Criatividade no processo de amadurecimento em Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP. São Paulo. 
  • 61. Rosa, R. A. (2011). Sistemas teóricos em Kant: o controle da experiência mediante as máximas da razão. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 62. Santos, R. M. (2011). Moralidade e história na Idéia de uma história universal de um ponto de vista cosmopolita de Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAESP.
  • 63. Santos, L. C. (2011). Conhecimento e verdade na ontologia fundamental de Martin Heidegger. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 64. Bichuetti, L. P. (2011). As relações objetais na teoria de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, Campinas. Apoio: CAPES.
  • 65. Pondé, D. Z. F. (2012). O conceito de medo em Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 66. Frederichi, D. (2014). Posse jurídica e Estado na Doutrina do Direito de Kant. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 67. Muratori, R. (2016). A elaboração do conceito de objeto subjetivo na obra de Donald W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 68. Conturbia, S. L. (2017). O conceito de integração na psicanálise de D. W. Winnicott. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 69. Rivas, M. G. (2018). Ontologia das estruturas do existir humano em sua cotidianeidade. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, IFCH, Unicamp, Campinas. 

Teses de doutorado defendidas

  • 1. Beckenkamp, J. (1999). Conceito e crítica. Estudo sobre a gênese do conceitualismo kantiano. Tese de Doutorado,  Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: PICDT.
  • 2. Fulgencio Jr, L. (2001). O método especulativo em Freud. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: FAPESP.
  • 3. Minhot, L. O. (2011). Uma reconstrução das teorias psicanalíticas de Freud segundo as categorias da matriz disciplinar de Th. S. Kuhn. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES.
  • 4. Perez, D. O. (2002). Kant e o problema do significado. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 5. Schneider, D. R. (2002). Novas perspectivas para a psicologia clínica: um estudo a partir da obra Saint Genet: comédien et martyr de J.-P. Sartre. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 6. Faria, F. M. (2003). O suicídio na obra de D. W. Winnicott: Elementos para formação de uma teoria winnicottiana do suicídio. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 7. Souza, R. L. (2003). Contra Contra o método: Galileu na rota de análise-e-síntese. Tese de Doutorado, DF, Unicamp, Campinas.
  • 8. Leal, M. L. S. (2004). Preocupação materna primária: um conceito de D. W. Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.
  • 9. Michelazzo, J. C. (2004). O círculo restaurado: o resgate da experiência da totalidade originária no primeiro Heidegger. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 10. Ribeiro, M. J. (2004). O ensinar e o aprender em Winnicott: a teoria do amadurecimento emocional e suas contribuições à psicologia escolar. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. 
  • 11. Linhares, O. (2005). A gênese das antinomias matemáticas. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 12. Oliveira, M. A. (2005). A idéia de uma doutrina da virtude na metafísica kantiana dos costumes. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 13. Ferreira Jr, W. J. (2005). A desconstrução heideggeriana do processo de objetificação na metafísica e na ciência moderna. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 14. Dias, M. F. (2005). Um estudo da teoria winnicottiana da sexualidade. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 15. Moraes, A. A. R. E. (2005). A contribuição winnicottiana para a teoria e clínica da depressão. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 16. Freire, S. B. (2005). Da semântica transcendental à semântica existencial: Kant e Heidegger. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: PICDT/CAPES.
  • 17. Santos, E. S. (2006). A teoria do amadurecimento de D. W. Winnicott como ciência ôntica da acontecência humana. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAPESP e DAAD.
  • 18. Sassi, Vagner. (2007). A questão acerca da origem e a apropriação não-objetivante da tradição no jovem Heidegger. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, PUCRS, Porto Alegre. 
  • 19. Faggion, A. L. (2007). A dedução das categorias. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CNPq.
  • 20. Azevedo, M. C. M. M. V. (2007). “A escolha dos princípios de justiça na obra Uma teoria da justiça de John Rawls. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 21. Ferreira, A. (2007). Ontologia fundamental e técnica: uma contribuição ao problema da Kehre no pensamento de Heidegger. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: DAAD.
  • 22. Araújo, C. A. S. (2007). Uma abordagem teórica e clínica do ambiente a partir de Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 23. Mendonça, M. E. (2007). A psicomotricidade e a educação somática à luz da psicanálise winnicottiana. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 24. Barretta, J. P. (2007). Existência e aparelho psíquico: a crítica ontológica da psicanálise freudiana com base na analítica da existência de Martin Heidegger. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.  Apoio: CNPq.
  • 25. Ribeiro, C. V. (2008). A crítica de Heidegger à herança metafísica da psicanálise. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: PICDT.
  • 26. Meirelles, A. F. (2009). Crítica e história na filosofia de Kant. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Departamento de Filosofia, Unicamp, Campinas. Apoio: PICDT.
  • 27. Coelho, R. (2009). A experiência do nascimento na obra de D. W. Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 28. Garcia, R. M. (2009). Agressividade na psicanálise winnicottiana.  Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 29. Hahn, A. (2009). A função da antropologia moral na filosofia prática de Kant. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAPESP.
  • 30. Scherer, F. C. (2009). Teoria kantiana dos juízos jurídico-políticos a priori segundo o método de análise e síntese. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAPESP.
  • 31. Gomes, K. P. S. (2010). A constituição da feminilidade na psicanálise winnicottiana.Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 32. Silva, D. C. G. G. (2011). O caso Piggle e as depressões infantis na psicanálise winnicottiana. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 33. Rosa, C. D. (2011). As falhas paternas em Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo. Apoio: CNPq.
  • 34. Busnardo, A. M. (2012). Criatividade e clínica em Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica, PUC-SP, São Paulo.  Apoio: CNPq.
  • 35. Sipert, C. (2013). A modificação de sentido do sumo bem na filosofia tardia de Kant. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: FAPESP e DAAD.
  • 36. Rodrigues, F. (2014). Heidegger e a metafísica do Dasein (1927-1930): uma interpretação à luz dos conceitos de liberdade, vínculo e jogo da vida. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: DAAD.
  • 37. Piza, S. O. (2014). Crítica em Kant e Michel Foucault: semântica transcendental e semântica transcendental-histórica (sobre produção de Filosofia)”. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 38. Silva, F. Q. (2015). A natureza humana em Kant. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 39. Santos, R. M. (2015). Sobre os fins da razão: a antropologização do conceito de perfeição moral no pensamento tardio de Kant, seus pressupostos e consequências. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CNPq.
  • 40. Rosa, R. A. (2015). A Synthesis Speciosa como uma abordagem modelo-teorética das ciências exatas em Kant. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. Apoio: CAPES.
  • 41. Conceição, J. V. C. (2016). Antropologia transcendental: a teoria do executor das operações judicativas. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF de Filosofia PUCPR, Curitiba.
  • 42. Campos, L. (2017). Ciência e desvelamento: a física no pensamento de Martin Heidegger (1925-1929). Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.
  • 43. Pondé, D. Z. F. (2018). A perspectiva winnicottiana sobre sentimentos. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas. 
  • 44. Rates, L. E. M. Regressão à dependência absoluta: uma inovação clínica de Winnicott. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp, Campinas.

Pós-Doutorado concluído

  • 1. Pavão, A. agosto, 2008 – julho, 2009.
  • 2. Neto, A. F. agosto, 2009 – novembro, 2011.
  • 3. Scheres, F. C. agosto, 2010 – fevereiro, 2012.
  • 4. Freire, S. B. agosto, 2010 – março, 2012.
  • 5. Rouanet, L. P.  agosto, 2011 – abril, 2012.
  • 6. Barretta, J. P. agosto, 2012 – julho, 2013.
  • 7. Busnardo, A. M. agosto, 2012 – julho, 2014.
  • 8. Branco, I. C. março, 2014 –  fevereiro, 2016.
  • 9.  Piza, S. DF, Unicamp.  março, 2015 – março, 2016.
  • 10. Ribeiro, C. V.  DF, Unicamp. março, 2016 – março, 2017.
  • 11. Serralha, C. DF, Unicamp. março, 2017 – março, 2018.

PUC-SP

  • 12. Fulgencio, L. maio, 2003. Apoio: FAPESP.

PUCRS

  • 13. Onata, A. M. , agosto, 2006 – julho, 2007. 

Orientações em Andamento (2019)

Mestrado 

Unicamp/DF

      • 1.  Wei, C. Translation problems in Kuhn. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp. Início: Março de 2019.

Doutorado

Unicamp/DF

      • 1.Lisboa, M. Teoria kuhniana das revoluções científicas. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp.  Início: Março de 2014.

2. Sarkozy, L. The psychoanalyst who is able to engage in an analytical therapy with the true self of the patient. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Filosofia, DF, Unicamp.  Início: Março de 2014.